O que é marketing e o que ele pode fazer por você?




Marketing é um termo em alta e que está na boca do povo. Todo mundo hoje em dia sabe que seu uso auxilia o aumento das vendas e da representatividade de uma marca. Mas, afinal, você sabe o que realmente significa marketing? Há um tradução para o termo em português? Qual a sua real importância dentro de uma organização?

Mercadologia é uma boa tradução para o termo e estratégia de mercado é uma boa forma de resumir seu significado, mas é claro que é muito mais do que isso. Em uma breve síntese, marketing é uma metodologia que transforma a vida das marcas e das organizações para melhor, aprimora os processos e a atividade empreendedora, facilita a ampliação do raio de atuação, abre portas antes ocultas e oportuniza novas circunstâncias de negócios de forma bem mais abrangente e consistente, em razão da visão estratégica empregada no planejamento mercadológico e de comunicação.

Por meio de ações coordenadas, o marketing, unido ao empreendedorismo, permite levantar um projeto de sucesso a partir do zero, com riscos calculados, por meio de ferramentas de controle, mensuração e análise. Por isso mesmo, permite ainda a correção de falhas e ajustes de rota durante o processo de execução, sempre com vistas a atingir os objetivos estabelecidos inicialmente. Representa a arte de planejar e executar estratégias de mercado, com foco em resultados, é claro.

E, no âmbito dos resultados de comunicação a baixo custo, mensuração e análise, o marketing digital - vertente online do marketing - dá um banho no marketing tradicional, exatamente pela natureza virtual das mídias das quais se utiliza para a comunicação de mensagens. Tem funcionado, já há algum tempo, como uma ignição que auxilia milhares de empreendedores, no Brasil e no mundo, a atingir objetivos e a conquistar metas ousadas por meio da internet.

A criação do que, na linguagem técnica, se chama de presença digital e de autoridade perante o público-alvo, permite obter resultados lucrativos com negócios e empreendimentos online através da combinação de planejamento estratégico, campanhas direcionadas e conteúdo de qualidade. É neste ponto que entra a vanguarda do pensamento estratégico mercadológico atual com o conceito de inbound marketing, cujos pormenores nós já abordamos em outro post que você pode rapidamente acessar clicando aqui.

O inbound marketing também é conhecido como marketing de conteúdo ou marketing de atração. Sua premissa básica consiste em atrair o cliente online por meio de um funil de vendas estruturado de forma a conquistar o interesse do internauta através de conteúdos que interessem realmente a ele. E, passo a passo, conduzir este consumidor até o momento onde ele sentirá a confiança necessária para adquirir um produto ou realizar uma ação de compra, chamada de conversão. É aqui que entram diversas terminologias que representam nada mais do que ações utilizadas com este intuito, como SEO-Search Engine Optimization para a conquista de ranking no google por meio de alcance orgânico e alcance patrocinado, com o uso por exemplo de google adwords ou facebook ads, com o intuito de atrair tráfego online orientado a um portal concentrador de fluxo, a partir do qual você vai trabalhar com remarketing, entre tantas outras que você precisa conhecer. Esse caminho de atração se utiliza de diversas metodologias e ferramentas de automação, e seu custo benefício é drasticamente menor do que em todas as outras mídias denominadas atualmente de off-line, as quais se utilizam de estratégias do que se passou a chamar atualmente de marketing tradicional ou marketing off-line.

O consumidor mudou, os hábitos de consumo mudaram. Agora, para se atingir objetivos de mercado, tornou-se imprescindível mudar a forma de planejar, criar e executar planos de comunicação. É claro que o marketing digital também permite a promoção de empresas de natureza física no ambiente online através de campanhas digitais. A questão é que, no caso de um e-commerce, a conversão é realizada online. Já no caso de uma loja física, a conversão é realizada mediante uma ligação ou uma visita ao estabelecimento, o que acaba por incluir alguns passos a mais na jornada de compra.

Aí vem a pergunta: por onde começar? Bom, isso já depende do seu objetivo. Se sua meta é aprender sobre marketing para promover seu próprio negócio, mas você não é um profissional da área, considere primeiramente estudar sobre o assunto e a necessidade de contratação de um profissional para elaborar suas campanhas e mostrar o caminho das pedras. Após algum tempo de estudo e pesquisa, executando comunicação e marketing com a ajuda de um profissional, é muito provável que você torne-se capaz de prosseguir com a produção autônoma de conteúdo e um mínimo de ajuda. 

Entranto, se você é um profissional de publicidade, propaganda e marketing, mas ainda não está por dentro do que é e qual a diferença entre marketing, inbound marketing e marketing digital e não tem total domínio sobre como fazer um bom uso dessas ferramentas para trazer bons resultados aos seus clientes, o que é o caso de vários profissionais aqui na minha região, comece agora mesmo a estudar. Experimente ler Inbound Marketing: Get Found Using Google, Social Media, and Blogs, (disponível em português), dos autores Brian Halligan e Darmesh Shah, fundadores da Hubspot. Do mestre brasileiro Conrado Adolpho, você precisa conhecer o best-seller Os 8 Ps do Marketing Digital. E, ainda na mesma linha, A Cauda Longa, de Chris Anderson. Estes são alguns dos maiores e mais relevantes provedores de soluções para marketing digital do mundo. Eles representam a vanguarda do conhecimento em mercadologia digital e estão na ponta da frente.

Com algumas boas horas de leitura você se tornará um bom consultor em marketing digital. Siga nosso blog e obtenha conteúdos relevantes diretamente em seu email. Não se esqueça de deixar seu comentário e sua opinião abaixo. Vamos juntos ampliar nossos conhecimentos em estratégias de mercado e ajudar a melhorar o nível da comunicação à nossa volta. Forte abraço e até a próxima publicação. 

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe a diferença entre Publicidade e Propaganda?

5 razões para investir em Inbound Marketing

A eficácia da Mídia digital em números surpreendentes