domingo, 14 de setembro de 2014

Quando o assunto é mídia digital, os números falam por si só



Quando o assunto é mídia digital, os números falam por si só. A internet é hoje o terceiro veículo de maior alcance no Brasil. Os tempos mudaram, o perfil do consumidor mudou, o comportamento de compra mudou. Agora, antes de comprar, as pessoas pesquisam em motores de busca como o Google, e em sites como Mercado Livre, Ebay e Netshoes. 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços. 90% das pessoas, antes de tomar a decisão de compra, pedem a opinião de pessoas em quem confiam, enquanto 70% também sentem segurança ao ler, ouvir e assistir opiniões expressas online.

Grandes empresas acordaram para as gigantescas mudanças geradas pela internet há algum tempo. Muitas adequaram suas estratégias e têm conquistado sucesso utilizando a tecnologia, a internet, as mídias sociais, os computadores e os aparelhos móveis como poderosas ferramentas, geradoras de resultados concretos e, melhor ainda, totalmente mensuráveis. Os Estados Unidos possuem um número interessante neste sentido: lá o streaming é responsável por mais de 1/3 do tráfego online.

Veja a seguir números impressionantes do tráfego digital nos últimos tempos e tire suas próprias conclusões.
  • Em pesquisa realizada pelo Ibope Media em outubro de 2013, o Brasil possuía nesta data 105 milhões de internautas, sendo o 5º país mais conectado do planeta.
  • Segundo levantamento realizado pela Fecomércio-RJ/Ipsos, de 2007 a 2011, o número de brasileiros conectados à internet aumentou de 27% para 48%. 87% dos internautas brasileiros entram na internet pelo menos uma vez por semana, enquanto 57,2 milhões de usuários acessam regularmente.




  • O Facebook, com apenas 10 anos, lidera o ranking de mídias sociais no Brasil e no mundo. Com 1,28 bilhões de usuários ativos, 83 milhões de usuários no Brasil e 4,5 bilhões de curtidas por dia, é hoje a 22ª maior empresa do planeta e, por enquanto, a rede preferida dos internautas.


A cada 20 minutos são enviados no Facebook:
  • 1 milhão de links
  • 2 milhões de pedidos de amizade
  • 3 milhões de mensagens


Por minuto:

  • 34.000 tweets são publicados 
  • 72 horas de vídeo são adicionadas ao Youtube 
  • Mais de 3.000 fotos são adicionadas ao Flickr 
  • 570 novos websites são criados 
  • 600 posts de blog são publicados 




  • 1 a cada 20 pessoas checa seu email mais de 20 vezes ao dia.
  • Livros são a coisa mais comprada pela internet, correspondendo a 44% das compras online.
  • Mais de 1,4 bilhões de pessoas passam 22% de seu tempo online em plataformas sociais.
  • 90% das informações digitais do mundo foram criadas nos últimos 3 anos.
  • A projeção para 2014 é de 9,3 milhões de conexões móveis, e deve ultrapassar 15 milhões depois dos Jogos Olímpicos. Este número aumentou de 233 mil em 2007 para 7,2 milhões em 2013.
  • Em 2016, a estimativa é de que 61% do tráfego online seja via mobile.




Entre os compradores online:

  • 36% já compraram roupas 
  • 32% compraram passagens de avião 
  • 27% compraram aparelhos eletrônicos 
  • 26% fizeram reservas para viagens

Se você possui um negócio ou empresa, ou se é um profissional liberal ou autônomo, comece já a construir seu perfil digital. Inicie conexões com as pessoas e empresas, e depois siga em frente, regularmente produzindo conteúdo de qualidade e criando relacionamentos. Os ganhos diretos e indiretos, profissionais e financeiros, assim como ampliação da rede de contatos, são inquestionáveis e, o melhor, gratuitos e permanentes.

Daqui há 1, 2, 3 anos, seu perfil ainda estará lá, no mesmo lugar, contabilizando seus números de acessos, tráfegos, curtidas, base de amigos, desde o primeiro dia. A cada novo acesso em seus perfis, o algoritmo dos motores de busca valorizam sua relevância, e quanto maior o número de acessos, mais próximo você fica de aparecer na primeira página.



E, para fechar, mais duas estatísticas importantes:

  • 95% das pesquisas realizadas no Google iniciam e terminam na primeira página de resultados. 
  • Ainda na primeira página, de cada 4 cliques em links apresentados, 3 vão para links orgânicos, ou seja, gratuitos, o que faz com que apenas 1 de cada 4 cliques seja para links patrocinados.


Aparecer de maneira orgânica na primeira página do Google é extremamente valioso. Os esforços de comunicação digital do seu negócio devem sempre levar isso em consideração. Nesse caso, a aplicação de técnicas de SEO (Search Engine Optimization) em suas estratégias de marketing digital, caso você ainda não o tenha feito, é algo bem interessante e apropriado. Os bons resultados obtidos serão inevitáveis.



Fontes: